Pinga, Cachaça ou Aguardente? Qual o nome correto?

A bebida mais famosa do Brasil agora entra em conflito com qual nome é destinado a ela. Isso sem contar os diversos codinomes que o bom brasileiro usa: “Branquinha”, “Água que passarinho não bebe”, “cátia” ou até “marvada”, entre outros, variando de região para região. A verdade é que nunca se sabe do que se trata.

É Pinga, Cachaça ou Aguardente? Nem sempre estamos falando da mesma coisa. E Isso é o que veremos.

Cachaça ou Aguardente?

Acredite ou não, existe até um Decreto na legislação brasileira que protege a definição do que é Cachaça, além de obrigatoriamente ser produzida no Brasil. De acordo com o Decreto 6871/2009, art. 53, cachaça é toda aguardente obtida pela destilação do mosto fermentado do caldo de cana de açúcar brasileira, de grau 38% a 48% do volume total à 20ºC.

Temos ainda a exigência de que a bebida obtida pela cana de açúcar, mas que não obedece aos critérios citados, esta deverá ser comercializada apenas como aguardente de cana de açúcar. Por exemplo, se a graduação for superior a 48% ou inferior a 38%, ou qualquer outro desvio da característica. O que nos deixa concluir que certamente toda cachaça é também aguardente de cana de açúcar, mas nem toda aguardente pode ser chamada de cachaça! No mínimo curioso, não?

Mas, sabendo disso, qual é a diferença entre cachaça e aguardente? Sabe-se que cachaça é o nome dado exclusivamente para a aguardente obtida da cana de açúcar. E não se pode nomear como cachaça qualquer outro destilado obtido por fermentação de outro composto orgânico (milho, banana, caju, entre outros). Porque essa é a definição de aguardente por si só, obedecendo a graduação superior a 38% e inferior a 54% (segundo especialistas).

pinga cachaca aguardente

Pinga

Estamos nos esquecendo de algo? E a pinga? Para onde foi? Claro que não! Essa é a bebida mais comum nos bares e botequins das cidades mineiras e sertanejas. É o que não pode faltar num bom casamento na roça, numa festa junina “para esquentar o corpo e o coração”, para firmar um compromisso entre compadres e para comemorar as boas novas, ou afogas as mágoas.

O significado de pinga? Cachaça. São completamente a mesma coisa e a diferença é apenas na nomeação: Uma é o nome original e a outra é o nome popular.

Há também a história divulgada e aceita por alguns de que pinga é o nome que os escravos do engenho deram à bebida por causa do processo de finalização da destilação. No momento em que o líquido da cana fervia,o vapor condensava no teto e pingava sobre eles.

Outra curiosidade que vale a pena destacar é que isso tudo se deve aos tempos primórdios no Brasil aonde a Corte Portuguesa simplesmente proibiu a produção de cachaça para aumentar o comércio das bebidas provindas de Portugal (o vinho e a bagaceira, feito com casca de uva). E como dissemos no início do artigo, surgiram diversos codinomes carinhosos para a bebida favorita do Brasileiro desde esta época, para que pudessem ser produzidas nos alambiques e comercializadas clandestinamente, mas agora com outros nomes.

Além disso, atualmente estima-se que haja cerca de 600 apelidos para a cachaça. E junto com eles, milhares de história para contar.

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *