O que é Dry Hopping: Como fazer

O dry hopping é uma técnica que tem como objetivo adicionar mais aromas e sabores a uma cerveja. Para entender como ele é feito, precisamos falar brevemente sobre como a cerveja é produzida,

Apenas quatro ingredientes devem estar obrigatoriamente presentes em uma cerveja: água, maltes, lúpulo e leveduras (fermento). Na primeira etapa do processo de produção, os maltes e a água são aquecidos para a formação do mosto. A esse líquido cheio de açúcares é adicionado o lúpulo.

A fervura do mosto com o lúpulo confere amargor a cerveja. Após essa etapa, tem inicio a fermentação, processo em que as leveduras convertem o açúcar do mosto em álcool e CO2. Depois da fermentação, algumas cervejas passam ainda pelo processo de maturação.

Mas, afinal, o que é dry hopping?

O dry hopping é a adição de lúpulo após a fermentação da cerveja. Ele pode ser realizado durante a fermentação, mas é mais comumente feito durante a etapa de maturação da bebida.

No dry hopping, o lúpulo não é fervido. Por isso, não ocorre a formação dos isoalfa-ácidos que conferem amargor a cerveja. O dry hopping permitirá apenas a extração dos óleos essenciais voláteis do lúpulo que se perdem com a fervura. Logo, essa técnica dá mais aroma a cerveja sem adicionar nenhum amargor.

dry hopping

Como é feito o dry hopping?

O dry hopping durante a fermentação não é recomendado, uma vez que o CO2 produzido pelas leveduras leva embora os aromas conferidos pelo lúpulo. Assim, a maior parte dos mestres cervejeiros opta por adicionar a carga de lúpulo extra após o fim da fermentação.

Na prática, o lúpulo é colocado em saquinhos de tecido e jogado na cerveja. Após alguns dias, o saquinho é removido, já que o contato prolongado do lúpulo com a cerveja pode conferir aromas indesejados (como grama, por exemplo).

Há muitas variedades de lúpulo e as mais indicadas para o dry hopping são aquelas com baixo teor de alfa-ácidos e grande quantidade de óleos essenciais. Os lúpulos mais comumente usados nessa prática são Tettnanger, Hallertauer, Goldings e Cascade.

Como são as cervejas que receberam dry hopping?

Geralmente, apenas ales recebem o lúpulo extra. Como os aromas do lúpulo são dados por substâncias voláteis, as cervejas que receberam dry hopping são mais aromáticas quando consumidas frescas.

A seguir, separamos 3 sugestões de cervejas que ganharam mais lúpulo antes de serem envasadas:

Barco Sexy Session IPA
Essa cerveja é brasileira, refrescante e aromática. A bebida recebeu uma combinação de três tipos diferentes de lúpulos durante o dry hopping. A garrafa de 600mL está à venda por R$24,00 em wbeer.com.br.

Orval
Essa cerveja trapista é diferente de todas as outras cervejas de abadia. Seu caráter único não agrada a todos os paladares, mas é uma excelente Specialty beer com dry hopping. A garrafa de 330mL custa R$32,90 em clubedomalte.com.br.

Anchor Liberty Ale
Essa cerveja foi primeira receita comercial de cerveja com dry hopping dos EUA. É uma IPA que equilibra muito bem o lúpulo com o malte. A garrafa de 355mL pode ser comprada em thebeerplanet.com.br por R$25,64.

Agora que você já conhece um pouco mais sobre dry hopping, que tal experimentar uma cerveja produzida com esta técnica e contar pra gente quais foram suas impressões?

 

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *