Os ingredientes da cerveja

Há inúmeros estilos de cerveja no mercado. Apesar de diferentes na cor, teor alcoólico e sabor, todos eles são feitos a partir de quatro ingredientes principais. Vamos conhecer cada um deles?

Água

A água é o principal ingrediente da cerveja. Você certamente já viu marcas que se gabam por usar “água pura da montanha” ou “água de fonte pura e cristalina”. É um grande mito pensar que para fazer uma boa cerveja é necessário usar água proveniente de fontes nobres.

 

A água deve, sim, ser de boa qualidade, livre de cloro e com pH ácido (em torno de 5,5). É possível condicionar a água para que ela fique com as características ideais para a produção de alguns estilos específicos de cerveja, já que a presença de minerais afeta diretamente o sabor da bebida.

Malte

O malte é o grão de cereal que teve seu processo de germinação iniciado e interrompido. Esse processo serve para que o grão produza enzimas que serão necessárias para transformar o amido presente no seu interior em açúcares fermentáveis.

O grão mais usado para produzir cerveja é a cevada. Ela é um grão muito rico em amido e com baixo teor de gordura. O malte pode ser torrado e, em alguns casos, defumado, fornecendo à cerveja diferentes propriedades, como a cor, o corpo e o sabor.

Além da cevada, outros cereais também podem ser usados na produção da cerveja, como o trigo e o centeio. Assim com grãos não malteados, como o arroz, o milho e a aveia.

Lúpulo

lúpulo ingredientes da cerveja

O lúpulo é uma planta responsável pelo sabor e pelo amargor característicos da cerveja. Na produção da bebida, são usadas as flores femininas ricas em resinas, óleos essenciais e polifenóis.

Cada uma dessas substâncias tem um papel importante na produção da cerveja. As resinas conferem amargor à bebida. Os óleos essenciais conferem aroma a cerveja mas, por serem voláteis, se perdem durante o processo de produção e mesmo com o tempo.

Já o polifenóis, além de importantes para o corpo da cerveja e para a boa produção de espuma, também são essenciais para a conservação da bebida. Eles evitam a contaminação da cerveja por possuírem ação bacteriostática, garantindo mais tempo na prateleira.

Existe uma enorme variedade de lúpulos. Alguns são mais aromáticos, outros conferem mais amargor. Alguns fornecem aromas de frutas, outros de tempero. Enfim, há lúpulo para todos os gostos.

Levedura

levedura ingredientes da cerveja

As leveduras são os microrganismos responsáveis por fermentar os açúcares presentes no mosto, o “sopão” que dará origem à cerveja. Através do seu metabolismo, elas liberam álcool e gás carbônico, além de produzirem muitos compostos que conferem aroma à bebida.

As cervejas podem ser classificadas em dois grandes grupos de acordo com o tipo de levedura usado na produção: Lager e Ale. Existem ainda algumas cervejas que são produzidas através da fermentação espontânea, ou seja, usando os microrganismos presentes no ambiente.

 

Esses são os quatro ingredientes primordiais para a produção da cerveja. Muitas receitas levam outros ingredientes adicionais, como temperos e frutas. Vale o que a imaginação do mestre cervejeiro mandar.

Vale ressaltar que o uso de certos ingredientes na produção da cerveja, como o mel, não é permitido aqui no Brasil. Para contornar essa limitação, algumas cervejarias brasileiras comercializam seus produtos como “bebidas alcoólicas mistas”.

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *