Espumante, Champagne ou Frisante? Qual a diferença?

Comemorar um grande feito com uma taça de Champagne, ou brindar com Espumante para celebrar o inicio de um novo ano. Essas bebidas, bem como o Frisante estão presentes em momentos importantes das nossa vidas e ainda sim não damos à elas a atenção devida.

Por exemplo, você provavelmente sabe dizer a diferença entre a cerveja pilsen e a lager, ou entre vinho seco e suave. Então por qual motivo não se preocupa em diferenciar Espumante, Champagne e Frisante?

Justamente para acabar com essa falta de informação, no post de hoje vamos te contar o que diferencia essas três bebidas e da próxima vez que estiver escolhendo qual comprar para a ceia de ano novo, você certamente saberá optar pela melhor opção.

Espumante

Resolvemos começar pelo famoso Espumante, que podemos definir como uma variação mais fermentada do vinho. Em outras palavras o espumante seria um vinho com uma quantidade maior de gás carbônico sendo que esse gás se origina na segunda fermentação do vinho fino tradicional.

Dessa forma, as vinícolas tradicionais costumam produzir ótimos espumantes, o que fez a França se destacar nesse mercado. Neste país em específico foram criadas alguns métodos para a fabricação da bebida, fato que garantiu uma qualidade ímpar e colocou os espumantes franceses como bebidas de grande prestígio mundial.

Existem 4 variações dentro da família denominada como espumantes, são elas:

  • Prosecco: Nome dado às bebidas com origem no norte e nordeste da Itália, área conhecida por seus ótimos vinhos brancos. Esse nome originalmente era atribuído à uva plantada na região e mais tarde foi herdado pela bebida.
  • Asti: Nome atribuído à uma variação mais adocicada, com menor teor alcoólico, tradicionalmente feito com uma única fermentação, em tanques com retenção de gás carbônico. Essa bebida é produzida a partir da uva moscato e tem sua fermentação interrompida quando atinge os teores desejados, tanto para álcool, quanto para açúcares.
  • Sekt: Uma bebida de origem alemã, a sekt apresenta um paladar mais doce, típico da fruta dessa região do globo. Possuí duas sub divisões, onde a versão seca leva o nome de Trocken.
  • Cavas: A última categoria leva o nome de cavas e tem sua origem na Espanha. Acredita-se que a proximidade com o mar influência no desenvolvimento das videiras, e portanto, o sabor característico das uvas dessa região é atribuído à esse fato.
Espumante

Espumante, Champagne ou Frisante: Você sabe a diferença?

Champagne

A origem e detalhes dessa bebida são bem simples, apesar de toda a pompa atribuída à ela. Muitas pessoas não conseguem diferenciar o espumante – apresentado no item anterior –  do Champagne, pelo simples fato de serem a mesma coisa.

A diferença no nome ocorre devido a origem da bebida e seu modo tradicional de fabricação. Essa especificidade é a responsável por tamanho prestígio e consequentemente pelo preços tão elevados da bebida. Portanto quando perguntarem o que é o champagne responda que se trata de uma variável do espumante, de origem francesa.

Essa bebida deve ser fabricada na região que à batizou, Champagne, na França. Pode ser fruto das fermentação das uvas Chardonnay, pinot noir ou pinor meunier e por ser tão delicado representa todo o glamour que o luxo pode oferecer.

Frisante

Nossa última bebida, o Frisante, também é uma variação do espumante. Entretanto nesse caso o processo de fermentação é um pouco diferente, o que origina uma bebida com uma quantidade menor de gás carbônico. Geralmente fermentados uma única vez, os frisantes mais conhecidos são italianos, mas isso não impede sua fabricação em outras partes do globo.

Para fechar, gostaríamos de deixar claro que as Cidras, tão consumidas no Brasil, possuem gás inserido artificialmente e por esse motivo não entram na mesma classificação das bebidas mencionadas aqui. Agora que você já sabe a diferença entre elas, conta aqui nos comentários qual é a sua bebida preferida. Vamos adorar conhecer as preferências de vocês.

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *