Seleção de Vinhos espumantes

Muito presentes nas nossas festas de formatura e de final de ano, os espumantes são vinhos produzidos de forma a preservar o gás carbônico liberado durante a fermentação da bebida. As pequenas bolhas trazem uma sensação agradável ao paladar, que é apreciada por muitas pessoas. Vamos apresentar os métodos de produção dos espumantes e sugerir alguns rótulos para consumo. Boa leitura!

Como os vinhos espumantes são produzidos?

A maior parte dos espumante começa como um vinho “normal”. Uma vez que o vinho base está pronto, a bebida passa por uma segunda fermentação com o intuito principal de produzir as bolhas de gás.

Vamos falar sobre os três métodos que podem ser utilizados para a refermentação do vinho.

Método Champenoise ou Tradicional

O vinho base (já fermentado) é colocado nas garrafas tradicionais de espumantes, onde também é adicionada uma mistura de açúcares e leveduras. A garrafa é fechada e os microrganismos começam a trabalhar, consumindo o açúcar fornecido e liberando mais álcool e gás carbônico para a bebida.

Ao final da refermentação, tem início a autólise das leveduras, processo em que os microrganismos se rompem, liberando aromas e sabores que agregam complexidade à bebida.

Para remover as borras que precipitam durante essa fase, a garrafa é colocada inclinada com a rolha voltada para baixo, para que os sedimentos depositem no gargalo. Para removê-los, a pontinha da garrafa é congelada, permitindo a solidificação dos precipitados.

A garrafa é então aberta e as borras retiradas. O grau de açúcar do espumante é corrigido com a adição do licor de expedição e uma nova rolha é colocada. A bebida ainda pode maturar na garrafa por algum tempo antes de sua comercialização.

O método de produção champenoise é longo e custoso, porém dá origem a bebidas de grande qualidade. Entre os espumantes produzidos seguindo o método champenoise, estão os Champagnes (França), os Cavas (Espanha), os Franciacortas (Itália) e os Cap Classique (África do Sul).

Método Charmat

Neste método, a refermentação é realizada em tanques de inox hermeticamente fechados. O espumante é filtrado antes de ser colocado nas garrafas, de forma que a bebida não fica em contato com as leveduras por muito tempo. Por isso, o espumante não ganha tanta complexidade, ressaltando os aromas frutados e florais do vinho base.

O tempo e o custo de produção de espumantes através do método charmat é menor, gerando bebidas com preço mais acessível. Além disso, os vinhos produzidos dessa forma são leves e frescos, devendo ser consumidos ainda jovens. Os maiores exemplos de espumantes feitos seguindo este método são os Proseccos.

Método Asti

Este método é uma variação do método charmat, entretanto os vinhos passam por apenas uma fermentação em tanques de inox fechados. A fermentação é interrompida quando o teor de álcool está em torno de 8%, dando origem a um espumante leve, doce e refrescante.

Os espumantes Asti são produzidos exclusivamente na região de Piemonte, na Itália, a partir do suco de uvas Moscatel. Entretanto, há outros espumantes Moscatel feitos por vinícolas espalhadas por todo o mundo, inclusive no Brasil.

Sugestões de vinhos espumantes

Espumante Veuve D’Argent Rosé Brut (750 mL)
Origem: França
Uvas: Gamay, Grenache, Pinot Noir e Ugni Blanc
Teor alcoólico: 11,5%
Harmonização: espetinho de camarão, lombo de porco, comida japonesa
Preço: R$41,90 (wine.com.br)

2 – Espumante Blanc de Blancs Comte d’Ormont Brut (750 mL)
Origem: França
Uvas: Ugni Blanc e Colombard
Teor alcoólico: 10,5%
Harmonização: carnes brancas e frutos do mar
Preço: R$78,85 (mistral.com.br)

3 – Espumante Santa Julia Brut (750 mL)
Origem: Argentina
Uvas: Chardonnay, Pinot Noir e Viognier
Teor alcoólico: 12,6%
Harmonização: peixes, cerne de porco e comida japonesa
Preço: R$107,68 (ravin.com.br)

4 – Espumante Toro Loco D.O. Cava Brut
Origem: Espanha
Uvas: Macabeo, Xarel-lo, Parellada
Teor alcoólico: 11,5%
Harmonização: frutos do mar, quiche e comida japonesa
Preço: R$55,00 (wine.com.br)

5 – Espumante Moscatel Ponto Nero (750 mL)
Origem: Brasil
Uva: Moscatel
Teor alcoólico: 8%
Harmonização: peixes leves, carnes brancas e sobremesas
Preço: R$40,25 (costibebidas.com.br)

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *